Giovanni Andreoli

Giovanni Andreoli

Maestro Titular do Coro do Teatro Nacional de São Carlos

Giovanni Andreoli estudou Piano, Composição e Direção Coral e de Orquestra. Na qualidade de maestro de coro colaborou na RAI de Milão, na Arena de Verona, e nos teatros La Fenice de Veneza e Carlo Felice de Génova. Trabalhou com os maestros Delman, Muti, Chailly, Barshai, Karabtchevsky, Arena, Santi, Campori, R. Abbado e Renzetti. Na Bienal Música de Veneza estreou mundialmente obras de Guarnieri, Pablo, Clementi e Manzoni. Dirigiu os Carmina Burana e a Petite Messe solennelle (Coro e Orquestra do La Fenice), repondo esta última no Teatro Municipal de São Paulo. Dirigiu também L’esperienza corale nel ‘900 italiano (Dallapiccola, Rota e Petrassi). De 1998 destaca L’elisir d’amore em Reiquiavique; Missa da Coroação (Mozart) e Missa n.º 9 (Haydn), em São Paulo; Via Crucis de Liszt (Orvieto); Les Noces (Stravinski) no Festival de Granada; Otello (Rossini) no Theater an der Wien; e a primeira audição moderna da Missa Amabilis e Missa Dolorosa de Caldara (Orquestra e Coro do La Fenice). Em 1999 dirigiu Il barbiere di Siviglia (Teatro dei Vittoriale, Gardone-Riviera), La traviata (Teatro Real de Copenhaga), Una cosa rara de Soler (Teatro Goldoni, Veneza).

Em 2000 dirigiu duas produções de La Bohème (Teatro Grande de Brescia, com Giuseppe Sabbatini; Lanciano, com a Orquestra Giovanile Internazionale). Gravou para a BMG Ricordi, Fonit Cetra e Mondo Musica Munchen, entre outras obras, Orfeo cantando… tolse (A. Guarnieri) na RAI de Florença (1996), e os Carmina Burana no Teatro La Fenice. De 1994 a 2004 Giovanni Andreoli foi o responsável artístico pela temporada lírica do Teatro Grande de Brescia.
Giovanni Andreoli dirigiu com João Paulo Santos concertos corais com obras de Brahms, de Kodály, de Lopes-Graça, e de Freitas Branco. Em 2006 iniciou a sua colaboração com a Companhia de Ópera Portuguesa dirigindo as óperasMadama Butterfly e La traviata e o Requiem de Verdi em Lisboa e no Festival de Óbidos.

Retomou o cargo de Maestro Titular do Coro do Teatro Nacional de São Carlos (em janeiro de 2011), que já ocupara entre 2004 e 2008.